Qual câmera Comprar?

    Escolher uma câmera fotográfica pode ser um trabalho muito complicado se você não sabe ao certo o que está buscando. A verdade é que nem todo mundo precisa de uma DSLR e não há nada de errado nisso.
Então se você é uma dessas pessoas que está dando seus primeiros passos na fotografia e decidiu que vai comprar uma câmera fotográfica, este artigo pode te ajudar.

Do que você realmente precisa?


Qual é o seu objetivo a médio prazo com a fotografia? Você deseja trabalhar com seu equipamento ou deseja apenas ter fotografias legais para compartilhar com amigos?  É fundamental que essas perguntas sejam respondidas antes de você correr em direção a loja mais próxima. Isto porque os preços das câmeras fotográficas podem variar bastante e um equipamento de alto custo pode não satisfazer as suas reais necessidades. Já vi muitos casos de pessoas que compraram DSLRs porque queriam fazer umas fotos bacanas para o Instagram, mas alguns poucos meses depois terminaram vendendo por não se adaptarem com a câmera. Talvez, se tivessem investido em uma compacta de R$500,00, muito mais barata que uma DSLR, estariam mais contentes com sua aquisição.
Mas já que estou enchendo sua cabeça com termos como DSLRs e Compactas, vamos caracteriza-las para que não haja nenhuma dúvida na hora de definir sua compra.

Tipos de Câmeras

 # Câmeras Compactas

Também conhecidas como point-and-shoot, são câmeras leves, compactas de fácil manuseio e utilização. Por serem menores e bastante leves, estas câmeras chamam menos atenção e podem ser uma opção bacana para aqueles que gostam de fotografar mas que não desejam se aprofundar muito no manuseio já que estas pequenas são conhecidas pela sua facilidade de uso.

#Câmeras Superzoom

Uma superzoom foi minha primeira câmera fotográfica. As Câmeras Superzoom são importantes câmeras de entrada para aqueles que não tem muita pretensão com a fotografia mas desejam experimentar o modo manual. Apesar de terem um grande Zoom Óptico e uma estética mais parruda, as Câmeras Superzoom não são câmeras profissionais, estando inclusive muito mais próximas das câmeras compactas do que de uma DSLR de entrada.

Diferem das compactas principalmente pela sua maior capacidade de resolução – ainda que baixa/média – possibilidade de utilização no modo manual e o zoom óptico.

#Câmeras DSLRs

Aqui é onde os fotógrafos vivem. Para aqueles que desejam realmente se envolver com a fotografia, as câmeras DSLRs são o padrão em qualidade e possibilidades. Com preços que podem variar BASTANTE, as câmeras DSLRs permitem a troca de lentes, um modo manual completo, maior resolução de imagem e precisão fotográfica. Desde as câmeras de entrada é possível ter resultados excelentes com este tipo de equipamento o que permite ao fotógrafo iniciante produzir imagens fantásticas já na sua primeira câmera DSLR. Estudo e dedicação fazem milagres com esse equipamento, independente do preço.

 

#Mirrorless

Tá aqui um equipamento, que nunca utilizei. As câmeras mirrorless são recentes no mercado e receberam este nome por não terem o espelho que permite fotografar sem utilizar o LCD. Estes equipamentos misturam características das DSLRs e Compactas. Permite a troca de lentes o que também é um ponto positivo.

Quanto você quer gastar?

Agora que já entendemos a diferença sobre os principais tipos de câmeras existentes no mercado, vamos falar de dinheiro. Definir o quanto você quer gastar está diretamente ligado a que tipo de atividade você deseja realizar com a câmera – ou seu grau de riqueza -. Como eu vou pressupor que você é classe média e assim como eu precisa calcular tudo certinho antes de fazer um investimento alto, vou lhe dar uma dicas:

  • Se ainda não tem dinheiro para o equipamento que escolheu, espere um pouco mais. Tente parcelar. Não compre um equipamento barato se seu objetivo é trabalhar com a fotografia, isso pode causar problemas mais tarde que podem ser resolvidos se você juntar um pouco mais de dinheiro agora e partir logo para as DSLRs.
  • Evite comprar lentes apenas porque escreveram em guias que elas eram “fundamentais“. Experimente a lente do kit. Se,  a lente for uma 18~55, sempre que fotografar, analise a diferença entre os ângulos disponíveis na lente, entenda o ambiente que a 18mm funciona melhor que a 55mm. Só comece a comprar lentes quando souber na prática, porque você precisa delas, isto evoluirá muito sua habilidade fotográfica e fará você utilizar suas novas lentes com muito mais precisão.
  • O mundo não gira em torno das DSLRs. Se você não quer complicação, vá para as compactas ou superzoom.
  • Pesquise MUITO o preço antes de comprar. As diferenças variam BASTANTE de uma loja para outra, analise opções como o Submarino ou Mercado Livre, apesar de demorar mais de chegar as suas mãos do quê a compra presencial, a economia pode valer a pena.

Nota pessoal: Minha primeira câmera foi uma Canon PowerShot SX20 IS e lá naquele período, foi muito importante para minha evolução fotográfica. Principalmente porque quando eu mudei para a minha primeira DSLR, na época, uma Canon T5, eu tive experiência para notar a grande diferença em qualidade de imagem e em fundamentos técnicos necessários para a realização da fotografia. Atualmente utilizo uma Canon 7D.

Quais lentes vou precisar?

De verdade? Se você não sabe a resposta dessa pergunta não lhe recomendo comprar nenhuma. A mudança de lente surge da necessidade do fotógrafo e digo isto por experiência própria. Lembram que eu falei ali em cima que tinha comprado uma T5? Logo nesse período achei que seria legal ter também uma 70~300, talvez por saudade do Zoom que as super-zoom proporcionam. Sabe o que aconteceu? Ela ficou parada, por muitooo tempo, porque não era necessário para minha fotografia uma 70~300. Não significa dizer que ela não vai ser importante na sua fotografia, mas até chegar o momento que essa necessidade surja, busque desenvolver-se com a lente do Kit.

Mas e se eu comprei apenas o corpo da DSLR?

Nesse caso, opte por uma lente com variação de mm, como a própria 18~55. Ela é bastante versátil e muito barata, excelente para entender os princípios da fotografia, principalmente para você que está dando os primeiros passos na fotografia.

 

Espero ter ajudado a resolver ao menos algumas das dúvidas que você tenha acumulado. Mas se precisar de qualquer outra informação,  basta deixar um comentário!


%d blogueiros gostam disto: